Nota de esclarecimento

Santa Casa de Misericórdia de
Descalvado esclarece sobre postagem
de médico em rede social

Nesta terça-feira, dia 18 de outubro, o médico Dr. Rodrigo Fregonesi, por meio de seu perfil no Facebook, postou em um grupo de discussões políticas sobre a suspensão de um procedimento cirúrgico neste hospital, em razão, segundo as suas palavras, da falta de material cirúrgico. Para que a verdade dos fatos seja restabelecida e a população de Descalvado não se deixe equivocar, a Santa Casa de Misericórdia vêm a público afirmar o que de fato ocorreu neste lamentável episódio:

                1 – O Dr. Rodrigo Fregonesi solicitou a aquisição do fio ‘Nylon 1 com agulha 5,0 cm’ há cerca de 15 dias (para cirurgia de hérnia inguinal), porém foi informado que o Setor de Suprimentos da entidade há meses vem (sem sucesso) realizando buscas, pesquisas e consultas em diversos fornecedores, com o intuito de adquirir o referido material. Segundo informaram todos os distribuidores consultados, o fio não está disponível para aquisição há vários meses. O médico então foi informado sobre a possibilidade de utilização de fios substitutos, disponíveis na instituição;

                2 – Além das pesquisas de mercado, com respostas negativas em relação ao produto, a entidade entrou em contato com outros hospitais da região. A Santa Casa de São Carlos (que também atende cirurgias de toda a região) não utiliza mais este tipo de material. A Santa Casa de Porto Ferreira, que realiza cerca de 100 cirurgias/mês, também não possui o fio na sua rotina de trabalho.

                3 – Em 2017, a Santa Casa realizou 12% mais cirurgias eletivas, comparado ao mesmo período de 2016, considerando parceria com a Prefeitura Municipal que aderiu à Portaria do Ministério da Saúde, para a realização de mutirão de cirurgias eletivas. Outros hospitais da região também aderiram ao mutirão, porém, a entidade descalvadense foi elogiada pelo Departamento Regional de Saúde de Araraquara (DRS III), em razão da agilidade e da organização no cumprimento de sua pactuação;

                4 – A entidade informa ainda que, somente neste ano, foram realizadas 22 cirurgias de hérnia inguinal com diferentes profissionais, sem que houvesse a necessidade de utilização do referido fio.

                5 – A entidade respeita a conduta médica e preza pelo atendimento eficaz de seus parceiros, no entanto, neste caso, houve a impossibilidade de aquisição pelo mercado, fato comunicado ao Dr. Rodrigo Fregonesi com antecedência à data marcada para a realização do procedimento;

                7 – O provedor da Santa Casa, Sidnei Pizza, reforça que todos os esforços que vem sendo realizados para fazer com que a entidade volte a ser referência em atendimento de qualidade para os munícipes, bem como para toda a região. Todo esse esforço é pautado, acima de tudo, em seus pacientes e nas pessoas que procuram pelo atendimento aqui prestado. Apesar das dificuldades financeiras que enfrentamos, já são perceptíveis os impactos de todo este empenho e trabalho, através da qualificação do Pronto Atendimento Médico, do acolhimento aos nossos pacientes  e do aumento do numero de cirurgias eletivas realizadas.

A Santa Casa de Descalvado valoriza a transparência e o respeito para com seus pacientes e a população descalvadense, e esclarece que em nenhum momento houve qualquer falha administrativa, uma vez que o produto solicitado não está disponível no mercado, e principalmente, sendo feita a devida comunicação ao médico solicitante com a devida antecedência. A entidade conta com a compreensão de seus colaboradores, incluindo corpo clínico para as devidas adequações.               

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE DESCALVADO
SEMPRE PENSANDO NO SEU BEM MAIOR: SUA VIDA

Posted on: 19 de outubro de 2017